Não Andeis Ansiosas

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A ansiedade está diretamente ligada à necessidade de estar no controle das coisas, mas existem estratégias fundamentais para viver bem.

 

Mulher ansiosa

Psicóloga Ingrid Jordani – CRP 04/44847

Quanto mais controle tentamos ter da vida e das pessoas, menos conseguimos controlar nossa mente, nossos sentimentos e nossos comportamentos, e mais aflitos nos tornamos perante as diversas circunstâncias. Para trabalhar a ansiedade, é necessário desenvolver a arte de lidar com situações novas e desconfortáveis e que, muitas vezes, fogem do nosso controle. 

Na maioria das vezes, estar no controle não significa necessariamente que as coisas vão dar certo, embora você acredite nisso. Imagine o controle da televisão. Através dele você tem a praticidade de acessar o canal que você deseja. Se ele quebra ou não funciona por algum motivo, terá que manusear pela televisão, passando canal por canal até chegar ao seu desejado.

O controle da vida é importante até certo ponto, se ele servir para o planejamento, para a ordem e para a praticidade das diversas atividades que você realiza. Mas entender que, muitas vezes, ele não vai funcionar e que os seus desejos e vontades terão que ser sacrificados é algo que você precisa aprender a praticar desde já, se deseja amenizar ou até mesmo combater a sua ansiedade.

Estratégias para viver bem

Existem estratégias fundamentais para não andar ansiosa por coisa alguma. A primeira, e mais importante, encontramos em Filipenses 4:6: “apresente seus pedidos a Deus”, através de orações, súplicas e ações de graças. Na maioria das vezes, tentamos resolver as coisas por nós mesmos. E a última coisa que fazemos é orar. No verso 19 do mesmo capítulo de Filipenses, vemos que Deus irá suprir todas as nossas necessidades. 

Necessidade é diferente de vontade. Além da Bíblia, a Psicologia comprova que o desejo é enganoso. O desejo encontra-se em partes inconscientes do cérebro. O inconsciente é a área fantasiosa da nossa mente, onde estão armazenados símbolos e imagens que vamos guardando ao longo de nossas experiências e que, muitas vezes, são expulsos através de sonhos. É onde se encontra toda a “bagunça” da nossa mente e de quem nós somos.

A parte racional e consciente da mente é aquela localizada no córtex pré-frontal, considerada a área “planejadora” do nosso cérebro. Essa é a parte que olha mais para as necessidades do que para as vontades. Se Deus irá suprir todas as nossas necessidades, de onde vem tanta correria, agitação e busca por controle?

Nunca estamos satisfeitos com o suprimento das nossas necessidades. Sempre queremos mais! Mais dos nossos desejos, mais das nossas vontades, mais das nossas fantasias. A imaginação humana não tem limites. Porém, a realidade tem. A vida não acontece conforme imaginamos e isso cria lacunas e um vazio emocional, gerando ansiedade. 

Portanto, outra estratégia para te ajudar a lidar com esses anseios da mente é direcionar o seu olhar para a sua realidade. A tendência humana é olhar para aquilo que falta, e não para o que já tem, para o que já preenche a vida.

A aceitação e o reconhecimento daquilo que você já conquistou (ações de graças) auxiliam na valorização do que já é real e vivenciado. Enquanto você tentar controlar o seu futuro ou o seu amanhã, o tempo presente vai passar e mais vazio emocional irá se abrir no seu interior. O vazio emocional é a base de transtornos depressivos e ansiosos.

Deposite sua necessidade de controle naquilo que é visível, real e atual. Controlar aquilo que ainda não se encontra ao seu alcance não é o seu papel. Para que você se sinta uma pessoa mais completa e realizada, desenvolva a aceitação de que lacunas sempre irão existir e valorize aquilo que você já vivencia. 

Veja outros artigos

O que acontece depois do Dia das Mães

No último domingo, milhares de mães, em todo o Brasil, almoçaram com seus filhos, receberam presentes, foram parabenizadas e homenageadas publicamente. Mas

Esperança diante do sofrimento

Algumas passagens bíblicas se tornam complicadas de entender, e acreditar, quando tragédias acontecem. Mesmo para mulheres de fé pode ser um desafio

O trabalho exemplar de Rute

Aproveitamos o Dia do Trabalho para honrar a força e a dedicação de todas mulheres que fazem parte do Mulheres em Missão.