Como se preparar para pregar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Imagem: Freepik

A Semana de Evangelismo Feminino foi uma pequena amostra daquilo que Deus pode fazer em nossas vidas quando permitimos que Ele nos use como usas ferramentas de salvação. Em todo o estado de São Paulo, mais de 1500 mulheres tomaram a decisão de se entregar a Jesus através do batismo, mas isso não seria possível sem que inúmeras mulheres aceitassem o chamado de trabalhar para o Reino.

Mulheres com personalidades e habilidades diferentes têm o seu potencial aproveitado quando decidem servir em suas igrejas. Há mulheres que adoram a Deus com louvores, mulheres que recepcionam aqueles que procuram a casa do Pai, mulheres que têm facilidade em manter a igreja em ordem e outras que vão ao púlpito para pregar.

De fato, não são muitas as mulheres que se sentem seguras e preparadas para preparar um sermão e levar a mensagem durante o culto, contudo, com muito estudo e entrega a Deus, há espaço para todas as que desejam assumir essa missão. Pensando justamente nestas mulheres, preparamos alguns conselhos sobre oratória que podem ser úteis em nosso meio.

Conheça as pessoas para quem você está pregando

Entender quem está ouvindo é fundamental em todos os casos, porém este pode ser um desafio quando somos convidadas a pregar em uma igreja que não frequentamos. Você, como cristã, sabe quais são os desafios de nadar contra a corrente e desafiar o pecado em um mundo de trevas. Portanto, não ignore as suas próprias dores, pois outras pessoas podem estar passando pelo que você já passou.

Além disso, questões como contexto socioeconômico e diferenças culturais também precisam ser consideradas com atenção. Sempre pedindo a direção do Espirito Santo para que o momento da mensagem no culto seja para a honra e glória de Deus.

Prepare-se adequadamente

A preparação é a chave para uma pregação efetiva. Estude profundamente o texto bíblico que você pretende pregar e busque compreender o contexto histórico, cultural e teológico. Utilize comentários bíblicos, dicionários e outras ferramentas de estudo durante o seu preparo e não deixe este preparo para a última hora.

Todo o processo de escolha dos textos, dos hinos e das palavras utilizadas deve ser acompanhado de uma conversa íntima e profunda com o Pai. Qualquer decisão tomada sem o direcionamento dEle resultará em consequências que nós mesmas plantamos, e não é isso o que queremos.

Organize as suas ideias

Estruture seu sermão de maneira clara e lógica. Uma boa estrutura geralmente inclui uma introdução que capte a atenção, um corpo que desenvolva seus pontos principais e uma conclusão que resuma e aplique a mensagem.

Não é necessário desenvolver uma estrutura rebuscada e complexa. Muitas vezes, a sinceridade e a simplicidade andam juntas. Ainda sim, não trate esta organização de maneira leviana, pois ter as suas anotações à mão na hora da pregação pode aliviar a tensão em momentos de nervosismo.

Pratique regularmente

Não há problema em falar sozinha, principalmente quando se trata de um ensaio para momentos importantes como pregações, mas se você tem companhia, aproveite-a!

Pratique seu sermão em voz alta, preferencialmente diante de um espelho ou de amigos e familiares de confiança. Isso ajuda a melhorar sua dicção, entonação e linguagem corporal. Além disso, você terá mais facilidade em controlar o tempo necessário para falar o que é mais importante.

Fique atenta à linguagem corporal e ao tom de voz

Use gestos naturais, mantenha contato visual e tenha uma postura confiante. A linguagem corporal pode reforçar sua mensagem e manter o interesse dos membros naquilo que está sendo falado.

É claro que em momentos de nervosismo pode ser muito difícil passar confiança em nossa postura, mas lembre-se de foi Deus que lhe enviou e, portanto, não há nada a temer.

Sobre a sua voz, também existem conselhos que podem lhe ajudar. Mantenha um tom de voz claro e audível, varie a entonação para enfatizar pontos importantes e evite falar rápido demais. Quando sentir que se esqueceu de algo ou que precisa de um tempo antes de retomar, beba água. Além de hidratar a sua garganta, esta simples ação lhe dará um tempo extra para estabelecer a sua linha de raciocínio (só não exagere, tudo bem?)

Seja autêntica

Nunca se esqueça de quem você é! Deus lhe chamou justamente para alcançar pessoas que de outra forma nunca ouviriam o evangelho. Sua autenticidade como pregadora cria uma conexão genuína com a igreja, por isso não tente imitar outros pregadores; em vez disso, seja você mesma e permita que sua paixão e sinceridade brilhem através da sua mensagem.

Ah! E não espera estar “pronta”ou completamente preparada para aceitar o convite de ser uma Mulher em Missão. Aquele que nos chamou, nos capacitará para enfrentarmos o que vier pela frente.

 

Veja outros artigos

Círculos do amor: amor próprio

O amor próprio é mais um dos pilares fundamentais para viver vidas plenas e abençoadas, de acordo com a vontade de Deus.

Círculos do amor: amor a Deus

O amor a Deus é um dos pilares fundamentais que moldam o perfil da mulher adventista. É por meio desse amor que