Como aproveitar as delicias do Natal – dicas da nutricionista

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Em meio a festas e comemorações, aproveite o Natal sem peso na consciência

Ceia de Natal

Nutricionista Michelle Fernandes – CRN 37271

“Você já andou na rua e sentiu aquele cheirinho de tempero especial de uma comida sendo cozida e lembrou-se de alguém ou algum momento da vida como se estivesse sendo ‘‘transportado” para o local? Há quem diga “esse feijão lembra o cheiro do feijão da minha avó na infância”. Isso acontece por alimentação e emoções andarem exatamente juntas, chamadas de “memória afetiva”.

O Natal se aproxima, luzes alegram os ambientes, ceia bonita na mesa e família reunida. Quanta tradição envolve essa época do ano não é mesmo? O cheirinho da comida da mãe, a sobremesa que a tia sempre leva e todas as famosas guloseimas fazem parte do “brilho natalino” e com o passar do tempo criam memórias. Nesse contexto, é importante ressaltar como o equilíbrio no comportamento alimentar é de extrema importância, assim você poderá desfrutar momentos alegres entre amigos e familiares, ser saudável e não se privar de desfrutar deliciosas refeições, então anote essas dicas:

Faça todas as refeições no dia da ceia 

Muitas pessoas brincam que em grandes eventos com variedade alimentar é melhor “guardar o estômago” ou “se privar” ao longo do dia para poder exagerar a noite, mas esse comportamento deve ser repensado. Fazer as refeições normais durante o dia, irá auxiliar a experimentar de tudo e comer o suficiente, sem ter o risco de ter a sensação de “estufamento” e desconforto gástrico. Afinal, esse é um momento de confraternização, não é legal no outro dia ter a sensação de indisposição e sim a sensação de alegria da oportunidade de confraternizar. 

Escolha temperos naturais e um cardápio equilibrado

Não é porque estamos falando de ceia de Natal que temos que jogar tudo por água abaixo. Os temperos naturais além de mais saudáveis trarão ótimos sabores ao alimento. Use e capriche. Ao pensar na divisão dos pratos, pense que no final o que vale é um sabor e a experiência, ao invés de escolher muitas opções, diminua a variedade e capriche na qualidade. Afinal, temos o ano inteiro para fazer outras confraternizações que poderão ser ótimas oportunidades de reunir os queridos e experimentar mais pratos deliciosos.

Mantenha-se hidratado 

Não se esqueça de beber água ao longo do dia, vale tanto para esse momento quanto para a rotina saudável. Quando passamos muito tempo desidratado, pode ocorrer a dificuldade em identificar fome e sede o que normalmente faz com que as escolhas alimentares e quantidades sejam afetadas. 

Comece pelos alimentos que mais te atraem 

Esse é um momento com tantas opções que a primeira vontade é comer de “tudo e bastante”. Para evitar exageros comece pelos alimentos que você gosta e em quantidade que você comeria ou deveria comer em dias normais. Mastigue bem e espere um tempo até voltar a mesa, isso te ajudará na saciedade.

Coma as deliciosas frutas Natalinas

Esse é um momento onde muitos dos pratos servidos são doces, por isso antes de ir para essa etapa, coma uma das frutas saborosas, isso irá auxiliar no controle da quantidade de doces consumidos naquele momento e assim você terá a oportunidade de desfrutar de todos os sabores com qualidade.

Não se prive e nem se torture

Algumas pessoas evitam estar em momentos como ceias por se sentirem culpadas ao se alimentarem ou por dizer que “estão de dieta”, lembre-se que alimentação constrói vínculos familiares e de amizade forte e aqui estão apenas alguns exemplos de que é possível ter equilíbrio e fazer boas escolhas.

Não esqueça o verdadeiro sentido do Natal

Família reunida, presentes e ceia caprichada são ótimas maneiras de criarmos memórias afetivas e vínculos afetivos, mas nada disso valerá a pena se o verdadeiro sentido do Natal não for a melhor memória que esse dia tem. No momento da ceia, leia algo que fale sobre o sentido do Natal, tenha um momento de gratidão. Você pode criar cartões com mensagens especiais e distribuir antes da ceia. Seja Criativa e lembre-se “Pois um menino nos nasceu, um filho nos foi criado, o governo está sob seus ombros”. “E Ele será chamado Maravilhoso, Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.” Isaias 9:6.

 

Imagem: Drazen Zigic no Freepik.

Veja outros artigos

O que acontece depois do Dia das Mães

No último domingo, milhares de mães, em todo o Brasil, almoçaram com seus filhos, receberam presentes, foram parabenizadas e homenageadas publicamente. Mas

Esperança diante do sofrimento

Algumas passagens bíblicas se tornam complicadas de entender, e acreditar, quando tragédias acontecem. Mesmo para mulheres de fé pode ser um desafio

O trabalho exemplar de Rute

Aproveitamos o Dia do Trabalho para honrar a força e a dedicação de todas mulheres que fazem parte do Mulheres em Missão.