Luz que nos guia em nossa missão

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Imagem: Freepik

O Natal é uma temporada repleta de símbolos e tradições, mas, acima de tudo, é um lembrete poderoso da luz que brilha nas trevas. Ao mergulharmos nas Escrituras, encontramos mensagens que ressoam com a verdadeira essência do Natal, destacando a chegada de Jesus como a luz que ilumina nosso caminho.

Isaías 9:2 proclama: “O povo que caminhava em trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz”. Este versículo antigo anuncia a vinda de Jesus como a luz que dissipa as trevas espirituais, trazendo esperança e vida abundante.

João 1:5 ecoa essa verdade fundamental: “A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela”. A chegada de Jesus representou a intervenção divina na escuridão do mundo, trazendo consigo a promessa de salvação e reconciliação com Deus.

Ao meditar na história do nascimento de Cristo, vemos como a estrela guiou os magos até o local do nascimento de Jesus. Essa estrela não era apenas um fenômeno celeste; era um sinal divino, apontando para o Salvador que viria para iluminar nossas vidas.

A luz de Cristo não se limita ao passado; ela continua a brilhar em nossas vidas hoje. Nos momentos de incerteza, tristeza e desespero, a mensagem do Natal ressoa, lembrando-nos de que a luz de Cristo sempre prevalecerá sobre as trevas.

Neste Natal, permita que a luz de Jesus ilumine seu coração e lar. À medida que celebramos o nascimento do Salvador, que possamos compartilhar essa luz com o mundo ao nosso redor, sendo agentes de esperança e amor. Que a mensagem eterna do Natal continue a ressoar em nossos corações: a luz de Cristo brilha nas trevas, e as trevas não podem apagá-la.

Veja outros artigos

O que a Bíblia diz sobre o jejum

Como o jejum pode ser uma prática vital no relacionamento com Deus. O jejum é uma prática espiritual profundamente enraizada no Cristianismo,